terça-feira, 10 de julho de 2018

Psicopedagoga Lidiane Leite diz: Em excesso, Smartphone Prejudica Desenvolvimento das Crianças

Segundo um estudo divulgado pela Revista Crescer, 72% das crianças brasileiras usam o Smartphone para ver vídeos online. Entretanto, toda essa invasão tecnológica na primeira infância é um grande problema no desenvolvimento das habilidades cognitivas da criança, prejudicando o seu crescimento. Essa informação quem explica é a Psicopedagoga Lidiane Leite.

Segundo ela, a maioria dessas crianças que usa a tecnologia não consegue amarrar o sapato. “Muitas crianças chegam no ensino fundamental com dificuldade de amarrar o sapato, de recortar, de segurar o lápis e ainda com problemas cognitivos e emocionais. Isso porque elas ao invés de estarem desenvolvendo sua coordenação motora fina e criando conexões cerebrais estão navegando na internet ou jogando vídeo game“.

De acordo com Lidiane Leite, a criança já pode criar conexões cerebrais no útero da mãe. “ Sempre falo para os pais que frequentam meu consultório, que o cérebro é uma das primeiras coisas que se formam no bebê e que a maior parte das conexões cerebrais é estabelecida até os 6 anos de idade. Apesar da criança estar no útero da mãe ela já tem capacidade de aprender e criar conexões cerebrais. E por essa razão, peço às mães que conversem com o bebê e até coloquem uma música para ele ouvir“ .

A psicopedagoga enfatiza que devemos aprender a dosar o tempo do uso do celular e do tablet e nunca utilizar esses recursos como ferramenta para silenciar e acalmar as crianças. Os pais precisam dar amor e ter dedicação, principalmente na primeira infância. Sugiro aos pais brincarem com seus filhos. Os jogos de tabuleiro, Jogo do Mico, Uno e Cilada são excelentes para trabalhar raciocínio lógico, funções executivas e planejamento ”, finaliza Lidiane Leite.

Muitos pais e mães se sentem desorientados frente às ocorrências relacionadas com o universo infantil . Diante dessa realidade, a Psicopedagoga Lidiane Leite separou para nós algumas atividades que ela realiza em suas oficinas multisensoriais com as crianças.

01- Embrulhe brinquedos com papel alumínio e peça para a criança desembrulhar. Essa atividade ajuda desenvolver atenção, concentração e a coordenação motora.

02- Rasgar, amassar e fazer bolinha de papel crepom utilizando apenas o dedo indicador e polegar ajuda muito na coordenação motora fina e fortalece as mãos das crianças.

03 – Circular objetos no papel sulfite aprimora aspectos importantes da escrita, tais como: traçado, forma, noção espacial, pinça, trajeto e muito mais.

04 – Recortar jornal ou revista velha. Essa atividade vai desenvolver percepção visual, coordenação visomotora, integração bilateral, orientação espacial e força muscular.

05- Desenhar e rabiscar estimula a inteligência, o pensamento, a criatividade e a escrita.

06- Colocar a criança de frente para o espelho e pedir para ela apontar algumas partes do corpo humano. A criança vai desenvolver a consciência corporal e também entender os limites do seu próprio corpo.

A psicopedagoga Lidiane Leite afirma que aprendizagem é um processo complexo, que vai além de letras e números. “Para a criança ler e escrever corretamente, ela precisa ter certas habilidades cognitivas, tais como: percepção, atenção e memória. Se uma dessas habilidades não estiver desenvolvida, a criança não vai conseguir aprender. Recomendo trocar o celular por atividades que desenvolvam essas habilidades, como também atividades que desenvolvam a motricidade fina e grossa, a consciência corporal e a organização espacial“.