segunda-feira, 12 de outubro de 2020

Lidiane leite indica livros, aplicativos e jogos para brincar com as crianças


 De acordo com a Neuropsicopedagoga Lidiane Leite devemos desenvolver consciência fonológica antes de apresentar as letras para as crianças. “As crianças precisam aprender que as letras têm sons, que existem palavras que começam com o mesmo som e outras palavras terminam com o mesmo som. Essa percepção dos sons, ou seja, essa sonoridade, tem que ser ensinado na primeira infância e  antes do processo de alfabetização. Por isso, é tão importante trabalhar rimas,  aliteração e segmentação silábica.“ 

Para Lidiane Leite, é muito importante trabalhar também na primeira infância, os pre-requisitos da matemática. “Muitas crianças têm dificuldade em calcular porque não possuem os pré-requisitos para desenvolver um raciocínio matemático, tais como: atenção sustentada e memória de trabalho. “
 
A especialista ressalta ainda que muitas crianças estão indo para o ensino fundamental sem ter aprendido valor numérico, representação numérica e também não estão conseguindo evocar fatos numéricos básicos como 2 + 2 ou ainda 5 - 2 com rapidez.  Por essa razão, Lidiane Leite lançou o Livro-Caixinha Cadê o Resultado pela Editora Matrix para ajudar as crianças a desenvolver as habilidades da aritmética. 
 
Segundo a Neuropsicopedagoga Lidiane Leite, problemas psicomotores podem afetar e muito a escrita da criança. “Aprender a ler é mais fácil do que escrever,  porque para escrever a criança utiliza mais regiões do cérebro e também porque a criança precisa ter uma maturidade neuropsicomotora adequada. Ou seja, para escrever por exemplo, e necessário ter desenvolvido um bom tônus e um bom equilíbrio.“
 
Lidiane Leite explica que as habilidades para ler e escrever não são inatas." Não nascemos com essas habilidades preditoras da leitura e escrita e muito menos elas vão surgir de um dia para outro em nosso cérebro. Não existe milagre. O nosso cérebro precisa ser preparado e desenvolvido. Habilidades como fluência de leitura e compreensão de texto tem que ser praticado e muito bem estimulado."
 
 A Neuropsicopedagoga orienta que se tiver atraso na linguagem oral da criança deve procurar uma fonoaudióloga e se a criança tiver problema na escrita, procurar um psicomotricista ou ainda um terapeuta ocupacional para avaliar todos os fatores psicomotores. 
 
Lidiane Leite finaliza dizendo que 60% das crianças estão terminando o ensino fundamental I sem conseguir ler e escrever palavras bisilábica. Por isso, a especialista recomendando 5 livros, 5 jogos e 5 aplicativos que vão auxiliar e ajudar no processo de alfabetização.
 
Livros
01 - Livro-Caixinha Era uma vez  
02  - Livro O Prato de Trigo do Tigre
03-  Livro-Caixinha Trio de Rimas
04 - Livro-Caixinha Cadê o Resultado?
05 - Livro Eu conto!
 
Jogos
01 - Jogo Dança dos Ovos  
02 - Jogo Trava Letras
03 - Jogo Toca do Coelho
04 - Genius
05 - Hora do Rush  
 
Aplicativos
01 - Silabando
02 - Edu Edu
03 - Same Same
04 - Color Shape
05 - ABC nas Caixas
 
Lidiane leite vai dar uma palestra sobre alfabetização. Caso deseje maiores informações,  Clique Aqui


Lidiane Leite - Jornalista, pedagoga e neuropsicopedagoga. Atualmente está cursando pós-graduação em psicomotricidade. Possui vários cursos de aperfeiçoamento na área da Educação e da Psicologia. Atualmente, faz avaliações e intervenções no seu consultório. Ministra palestras e cursos sobre educação e comportamento infantil. Escreve artigos e é autora do livro-caixinha "Cadê o Resultado?" publicado pela Editora Matrix. 
Site:lidianeleite.com.br - Instagram: @lidiane_neuropsicopedagoga - Youtube: Neurociencias com Lidiane Leite